gototop
METRÔ
FacebookTwitter

Perfil do Presidente

dsc 0058a
O diretor-presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado, é baiano de nascimento, mas brasiliense de coração. Costuma dizer a respeito de si mesmo que é o resultado da mistura de índio Pataxó com sangue Espanhol da Catalunha. Ele chegou à cidade ainda com um ano de vida. Isso explica sua paixão pela capital do país e seu empenho em ver transformada a mobilidade urbana de todo o Distrito Federal. Aos 56 anos e idealista por natureza, está determinado em ampliar as linhas e estações do metrô e em tirar do papel o Veículo leve Sobre Trilhos (VLT).

Formado em História pela Universidade de Brasília (UnB), pós-graduado em Administração Pública (políticas públicas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), diplomado em Língua Inglesa pelas Universidades de Michigan (USA) e Cambridge (UK), apaixonou-se cedo pelas salas de aula e começou sua carreira profissional como professor.

Foi diretor-superintendente da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), cargo que ocupou por quase três anos. Se empenhou no projeto do Governo Federal de erradicação da miséria, assim como em projetos de infraestrutura, logística, inclusão produtiva e desenvolvimento sustentável para o Centro-Oeste.

Tem vasta experiência de trabalho na área legislativa, foi assessor e chefe de gabinete da Câmara Legislativa do Distrito Federal e coordenador político da Liderança do Partido Socialista Brasileiro na Câmara dos Deputados.

Casado desde 93 com Márcia Roberta, por quem se apaixonou quando ela foi sua aluna, ele é pai coruja de quatro meninas e um menino: Isadora, Tatiana, Gabriela, Gabriel, Maíra e Além de se dedicar à família e ao Metrô-DF, Marcelo também se dedica ao esporte. Ele é maratonista há mais de cinco anos e foi incentivado por colegas que praticam a atividade. “Depois que participei da minha primeira corrida não parei nunca mais”, brinca.

Marcelo Dourado já foi Secretário de Turismo do GDF, é torcedor doente do botafogo e apaixonado por MPB e Rock & Roll. É fã de Lenine, Milton Nascimento e Paralamas do Sucesso.

É frequentador assíduo do Pontão do Lago Sul e Parque da Cidade, mas o seu principal hobby mesmo é tocar violão, ler bons livros e fazer trilha de Jipe.

Sobre Brasília, ele poetiza: “A amplitude dos espaços urbanos, o céu de Brasília é o nosso mar, o verde da cidade, a vegetação nativa do cerrado (os Ipês), a concepção urbanista e os traços revolucionários de Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, a beleza do Lago Paranoá, a composição multirracial e cultural do Brasiliense. Meus filhos nasceram em Brasília. Não troco este Planalto Central por nada e peço a Deus para morrer aqui e que minhas cinzas sejam espalhadas nas raízes de um Ipê Amarelo. Te Amo Brasília! Capital da Esperança.”

 

 
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Sobre o Metro Perfil do Presidente