MEMÓRIA

A história do Metrô-DF começou em janeiro de 1991, com a criação de um Grupo Executivo de trabalho e a elaboração dos primeiros estudos sobre o impacto ambiental da obra.



E

Em maio daquele ano, foi criada a Coordenadoria Especial, integrada por técnicos de diversas áreas do Governo do Distrito Federal, com a missão de gerenciar a construção do metrô de Brasília.

Em agosto, foi lançado o edital de concorrência que, posteriormente, classificou o Consórcio Brasmetrô para o fornecimento de bens e serviços necessários à implantação do projeto. O Consórcio Brasmetrô era formado, na época, pelas construtoras Camargo Corrêa, Serveng Civilsan, Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez, além das fornecedoras de equipamentos elétricos Inepar e CMW, e a empresa TCBR, autora do projeto.

As obras foram iniciadas em janeiro de 1992 e, em dezembro de 1993, foi criada a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal, com a missão de operar o novo transporte. Em outubro de 1994, os trabalhos foram paralisados. Dois anos depois, em maio de 1996, as obras foram retomadas.

Em julho de 1997, a Companhia do Metropolitano iniciou a convocação dos primeiros concursados, sendo a maioria encaminhada para treinamento no Metrô de São Paulo.

De janeiro de 1998 a agosto de 1999, o Metrô-DF iniciou o Programa de Viagens Experimentais, que teve como objetivo apresentar o novo sistema de transporte à população de Brasília, bem como a aprimorar o conhecimento prático dos responsáveis pela operação do sistema. A operação em definitivo teve início em 2001, com a inauguração do trecho que liga Samambaia a Taguatinga, Águas Claras, Guará e Plano Piloto.

Em 2006, iniciou-se a operação branca no trecho que liga Taguatinga a Ceilândia Sul, passando pela estação Centro Metropolitano. Em 2007, a operação neste trecho passou a ser comercial. No mesmo ano, recomeçaram as obras para levar o Metrô-DF até a estação terminal Ceilândia, localizada na Ceilândia Norte.

O ano de 2007 também ficou marcado pela ampliação do sistema metroviário. O horário de funcionamento das 16 estações operacionais da época passaram das 6h às 20h para das 6h às 23h30, o que resultou na ampliação do número de usuários atendidos.

No início daquele ano, eram 45 mil/dia. Ao final, o número tinha chegado a 100 mil/dia, com o sistema em funcionamento também aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 19h.

A conclusão de 42 km de via ocorreu em abril de 2008. No dia 16 daquele mês, o GDF inaugurou as quatro estações restantes da Ceilândia: Guariroba, Ceilândia Centro, Ceilândia Norte e Terminal Ceilândia. No mesmo mês, entrou em operação a estação 108 Sul. Com os novos acessos, o Metrô-DF passou a atender 140 mil usuários/dia.

Foi ainda em abril que o Metrô-DF bateu recorde de usuários transportados em um só dia. No 48º aniversário de Brasília, em 21 de abril, o sistema atendeu 600 mil pessoas, entre 6h e 2h da manhã do dia 22.

A partir de 2008, a Companhia passou a trabalhar na complementação da linha prioritária. Foram iniciados os estudos técnicos para abertura de licitação para construção do trecho Asa Norte e expansão da via em Samambaia e Ceilândia.

Dessa forma, em 9 de maio de 2009 foi inaugurada a Estação 112 Sul, hoje chamada de Estação da Cidadania, por concentrar órgãos do Governo do Distrito Federal voltados para o atendimento de pessoas com deficiência e também idosos. Em junho do mesmo ano, foi inaugurada a Estação 102 Sul, que fica próxima ao centro comercial Cine Centro São Francisco (EQS 102/103), tem uma Farmácia de Alto Custo da Secretaria de Saúde do Distrito Federal onde é feita a distribuição de medicamentos mais caros à população, como aqueles indicados ao mal de Alzheimer, esquizofrenia, rejeição de órgãos transplantados, hormônio de crescimento e hepatite. A localização estratégica, junto à estação de metrô, foi escolhida pela Secretaria de Saúde para dar mais acessibilidade e conforto às pessoas, facilitando o acesso aos passageiros, que descem na estação, retiram o medicamento e retornam ao sistema de transporte sobre trilhos.

Com capacidade inicial para mais de 5 mil usuários/dia, em maio de 2010 foi inaugurada a Estação Guará, localizada a cerca de 900 metros da estação Feira. O projeto da estação privilegiou a economia de energia, tendo em vista a construção de uma cobertura em vidro, que permite a iluminação natural do ambiente interno.

A partir do dia 03/07/2010, o Metrô-DF iniciou a expansão do horário comercial aos sábados, passando a ocorrer das 6h às 23h30.

Em 30 de junho de 2010, o então governador do Distrito Federal, Rogério Rosso, apresentou o primeiro trem da nova frota do Metrô-DF, a série 2000. Foi o primeiro de uma frota de 12 trens Metropolis, com quatro carros, encomendados à Alstom.  Toda a frota foi entregue até março de 2011. O primeiro trem ficou em fase de testes em Brasília e foi liberado para operação após o mês de julho do mesmo ano.

Os trens, fabricados em aço inoxidável, entraram em operação comercial no dia 18/08/2010. Eles oferecem um acesso mais fácil aos passageiros, com adequações específicas aos portadores de necessidades especiais. Eles também estão equipados com painéis luminosos indicando as estações. Os trens foram fabricados na unidade da Alstom localizada no bairro da Lapa, em São Paulo.  Os modelos da Série 200o do Metrô-DF foram equipados com um sistema de sinalização para operação automática (ATO, automatic train operation).

Com o recebimento dos novos 12 trens fabricados pela Alstom e a instalação nas estações do sistema de sinalização, o Metrô-DF deu início à Operação Experimental em ATO. A implantação ocorreu no período de 02/12/2012 a 30/09/2013 e foi iniciada comercialmente em 01/10/2013.

Atualmente, o Metrô-DF atende até 160 mil usuários/dia.

Datas históricas do Metrô-DF

15/05/1991 – Criação da Coordenadoria Especial do Metrô-DF

06/01/1992 – Assinatura do contrato entre o GDF e o Consórcio Brasmetrô

07/01/1992 – Início das obras do Metrô-DF em Samambaia

07/08/1993 – Chegada do primeiro trem em Brasília (Série 1000)

15/12/1993 – Criação da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal

27/03/1994 – Início das viagens programadas – Samambaia/EPIA (Estação provisória) – 17Km]

Out/1994 – Declaração pública de suspensão temporária das obras do metrô pelo GDF

Maio/1996 – Retomada das obras pelo novo Governo do DF

03/12/1997 – Entrada do primeiro trem nas linhas do Metrô-DF

Jan/Ago/1998 – Viagens programadas no trecho Samambaia/Epia e posteriormente no trecho Samambaia/Praça do Relógio/Asa Sul – 22,5Km

17/08/1998 – Início da Operação Branca – Samambaia/Praça do Relógio/Asa Sul – 22,5Km

01/09/1998 – Início da operação Túnel Asa Sul

12/10/1998 – O Centro de Controle Operacional passa a funcionar 24h por sete dias/semana

Out/1998 – Paralisação das obras devido ao esgotamento dos recursos do BNDES

13/08/1999 – Paralisação da Operação Branca

Out/1999 – Retomada das obras

15/12/2000 – Primeiro trem chega à Estação Central

31/03/2001 – Reinício da Operação Branca – Samambaia/Praça do Relógio/Central – 30,4Km

24/09/2001 – Início da operação comercial – Samambaia/Praça do Relógio/Central – 30,4Km

05/02/2002 – Inauguração da Estação Arniqueiras

05/02/2002 – Abertura da Estação Samambaia Sul para a Operação

11/05/2004 – Inauguração da Estação Concessionária

04/07 a 20/07/2006 – Viagens programadas no trecho Ceilândia Sul/Praça do Relógio – 5,6Km

24/07/2006 – Início da Operação Branca no trecho Ceilândia Sul/Praça do Relógio, com abertura ao público das estações CES e MET, às 13h.

18/04/2007 – Fim da Operação Branca no trecho Ceilândia Sul/Praça do Relógio, às 13h

18/04/2007 – Início da Operação Comercial no trecho Ceilândia Sul/Praça do Relógio, com abertura ao público das estações CES e MET, às 13h.

23/04/2007 – Expansão do horário comercial das 6h às 23h30

04/08/2007 – Início da Operação Comercial aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 19h, com sete trens operacionais durante todo o horário operacional

03/03 a 10/04/2008 – Testes no trecho de Guariroba à Estação Terminal Ceilândia

12/04/2008 – Inauguração da Estação 108 Sul

16/04/2008 – Inauguração do trecho de Guariroba à Estação Terminal Ceilândia

09/05/2009 – Inauguração da Estação 112 Sul

04/06/2009 – Inauguração da Estação 102 Sul

10/05/2010 – Inauguração da Estação Guará

03/07/2010 – Expansão do horário comercial aos sábados, passando a ocorrer das 6h às 23h30

Jun/2010 a Mar/2011 – Recebimento dos trens Série 2000

18/08/2010 – Início da operação dos trens Série 2000 (T-21)

02/12/2012 a 30/09/2013 – Operação Experimental em ATO

01/10/2013 – Início da Operação Comercial em ATO

03/03/2015 –  Marco no Metrô-DF e no Distrito Federal – Contratação de serviços técnicos especializado para elaboração do Plano de Desenvolvimento do Transporte  Público sobre Trilhos do Distrito Federal – PDTT/DF e Pesquisa de Mobilidade Urbana do Distrito Federal – PMU/DF .

16/04/2015 – Iniciada a locação de espaços para publicidade e ações comerciais nas 24 estações em operação.

21/04/2015 –  Inaugurada a  rede pública de Wi-Fi para os usuários do serviço de transporte sobre trilhos. O sinal foi disponibilizado, inicialmente, nas estações Central, Galeria, Feira e Águas Claras.

24/06/2015 – Liberado o carro exclusivo para mulheres e pessoas com deficiência  durante todo o período da prestação do serviço metroviário.

20/09/2016 – Finalização da obra de acessibilidade (padronização da acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos) na Estação 114 Sul.

20/10/2017 – Inauguração da primeira estação com captação de energia solar e totalmente sustentável da América Latina. A Estação Solar Guariroba (Ceilândia), conta com 578 painéis fotovoltaicos e é capaz de gerar 228 mil KWh por ano.

29/01/2018 – Contratação de Serviços Especializados de Reforma das Edificações – Complexo Administrativo e Operacional – CAO do Metrô-DF.

14/02/2018 – Contratação de Serviços Especializados de Engenharia para obras de Conclusão da Estação 110 Sul.

27/02/2018 – Contratação de Serviços Especializados de Engenharia para obras de Conclusão da Estação Estrada Parque (EPQ).

05/03/2018 – Contratação de Serviços Especializados de Engenharia para obras de Conclusão da Estação 106 Sul.

 


O Metrô perto de você

Nossos Serviços

Guia do Usuário

Dicas de utilização dos espaços do Metrô. Cuidados no embarque, vagões para mulheres e pessoas com deficiência.

Leia mais

Ouvidoria

O METRÔ-DF integra a rede de ouvidorias especializadas do GDF e está à sua disposição em prol de melhorias nos serviços.

Leia mais

Guia do Ciclista

O transporte de bicicletas deve ser realizado no último carro do trem, não podendo exceder cinco veículos por viagem. Veja o guia.

Leia mais

Achados e Perdidos

Objetos achados em quaisquer das estações ou trens do Metrô-DF são guardados no Posto Central.

Leia mais

Rede Wifi

O Metrô do Distrito Federal vai disponibilizar, em abril, internet sem fio gratuita para os usuários em quatro estações.

Learn more

Gratuidade

Crianças com até 6 anos, idosos com idade igual ou superior a 65 anos, bombeiros.Veja gratuidade no Metrô

Learn more

Cartões

Confira todas as opções de cartões para quem utiliza o Metrô diariamente. Vejas as vantagens de ter um Cartão Flax.

Leia mais

Atendimento Especial

Pessoas com deficiência e idosos a partir de 65 anos de idade têm acesso livre ao transporte público.

Leia mais