Metrô-DF homenagea empregados no Dia do Metroviário

Metrô-DF homenagea empregados no Dia do Metroviário
26 out 2016

Data foi celebrada com poesias, performances e entregas de medalhas e certificados. Evento lotou o auditório do Centro Administrativo e Operacional (CAO), em Águas Claras

Texto: Paulo Barros/Ascom/Metrô-DF
Fotos: Paulo Barros/Ascom/Metrô-DF

(Brasília, 26/10/2016) - Na manhã desta quarta (26), no Dia do Metroviário, o auditório do Centro Administrativo e Operacional (CAO) ficou lotado. Homenagens foram feitas pelos servidores e para os servidores do Metrô-DF.

Antes, porém, crianças da Orquestra do Sesi/Senai mostraram habilidade nos diversos instrumentos. O auditório se emocionou. Alexandre Castro, Rodrigo Pereira e Nayara Lopes, lotados na DAD e colaboradores do Projeto Metrô Solidário, declamaram poemas do servidor Alexandre Medeiros, do Departamento de Projetos (DTE).

Silêncios e Que você seja viraram performances nas vozes dos três. Rodrigo, bailarino profissional, e Alexandre, que acumula as funções de herói da Superfaixa e do Charles Claplin do Metrô-DF.

Nayara, que também é piloto e poetisa, emprestou um de seus poemas para as intervenções de Rodrigo e Alexandre. Passeio Piloto faz uma viagem à vida do homem e da mulher que carregam um monte de gente, todos os dias, num eterno vaivém.

Os servidores presentes no CAO aplaudiram os artistas e suas intervenções. Muitos ali nem imaginavam que os seus colegas  tivessem tantos talentos. São verdadeiros artistas.

Em seguida, depois da 11h, teve início a solenidade da entrega das medalhas do Mérito Metroviário. Dez empregados, escolhidos por uma comissão, receberam um certificado e uma medalha. É o reconhecimento pela dedicação e pelo profissionalismo com que executam as suas funções diárias.

Os agraciados foram: Inalba Galvão (DOM); Marcílio Roquete (DOM); Maria de Lourdes Galvão (DOM); Esteamer Divino Pires – (DOM); Leonardo Moy (DTE);  Onisley Pinto (DTE); Mônica Leite (DAD); Pedro Oldemar (DAD); José Eduardo Duque  (DFC) e  Tereza Eeico (DFC), homenagem póstuma. As medalhas e os certificados foram entregues pelos diretores Daniela Diniz (DTE), Gustavo Andrade (DAD) e Gilbert Pompíli (DFC).

Missão
Marcelo Dourado, presidente do Metrô-DF, enalteceu a importância de cada empregado e o seu papel na construção de uma empresa mais fortalecida. Emocionado, ele disse: “Estamos aqui para perseguir a nossa missão: servir as pessoas e montar uma empresa mais eficiente”. Para encerrar, citou o padre Antônio Vieira: “Nós somos o que fazemos. O  que não fazemos não existe”.

Depois das homenagens, do lado de fora do auditório, Maria de Lourdes Galvão, chefe do Serviço de Achados e Perdidos, refletiu: “A gente faz o que gosta e ainda recebe prêmio por isso.” Quando se faz o que se gosta, todo dia é um dia de prêmios. Mesmo que não haja solenidades.

Passeio Piloto
Pronto pra mais um passeio
Pra lá de piloto-padrão?
Pode vir que a Cidade acorda
E o povo espera na estação.

Porta abre, porta fecha,
Plataforma, propulsão;
Pisca o ponto de parada;
Passa o túnel, bem na Asa do avião.

Por aqui que o povo passa,
Passa tudo, a massa passa;
Pelos trilhos do Metrô
É Brasília que se espalha!

Profissão do movimento
Pinga o tempo em conta gotas,
Pelo brilho desses trilhos
Trilho a vida em cor de rosa.

Placa de destino?
Pra quê? Pouco importa!
Pois o trem da vida parte,
E é poesia que bate a vossa porta.

Autora: Nayara Lopes
Piloto do Metrô/DF

Confira a galeria de fotos
Metrô-DF comemora o Dia do Metroviário

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>