Solidariedade: palavra-chave na Estação Relógio

Solidariedade: palavra-chave na Estação Relógio
19 out 2016

Campanha Corte e Compartilhe reúne exemplos comoventes de solidariedade na Praça do Relógio. Próxima ação será dia 26/10

Texto: Marcelo Abreu/Ascom/Metrô-DF
Fotos: Paulo Barros/Ascom/Metrô-DF

(Brasília, 19/10/2016) - No vaivém da Estação Praça do Relógio, a vida passa com a intensidade das horas. E está sempre com pressa. Mas nesta quarta-feira (19), houve uma pausa. Um momento para a solidariedade. Para olhar para o outro, mesmo que esse outro seja um desconhecido. E começou desde cedo, antes mesmo das 10h. E veio gente de todos os lugares. Até de longe, muito longe.

O estudante de Edson Carlos da Silva, de 21 anos, atravessou a cidade para chegar à Estação Praça do Relógio. Saiu de casa às 6h15. Há mais de dois anos, ele pensou nesse dia.  “Desde o início de 2014, decidi que ia deixar meu cabelo crescer. Hoje, estou fazendo a minha parte”, disse ele.  E prosseguiu: “Vou sair daqui realizado. Não tem dinheiro no mundo que pague o valor do sorriso”.

Toda essa gente foi hoje à Estação Praça do Relógio para a mesma missão: doar mechas dos seus cabelos para pacientes com câncer de mama. Cada mecha vai virar peruca. O objetivo é resgatar a autoestima dessas mulheres, o que pode ajudar também no tratamento da doença.

E assim, durante o dia, até as 16h, as histórias se sucederam na Estação Praça do Relógio, para mais um dia da campanha Corte e Compartilhe, ação solidária do Metrô-DF, que tem como parceira a Escola de Estética Coobel.

A diarista Gilma Rodrigues de Oliveira, 54, não teve dúvida. Aproveitou o dia de folga para dar a sua ajuda. “Só em pensar que um pedaço do meu cabelo pode levar alegria e aumentar a autoestima para uma pessoa, já valeu a pena”, alegrou-se a diarista.

_DSC0335
Na mesma fila
Maria Cristina Aranha Pinto, assistente social de 51 anos, radicalizou. Cortou os cabelos na máquina 2. “Cabelo cresce e eu gosto de desafios. Além do mais, a causa merece”. A estudante Jenifer Teles, 18, chegou com os cabelos bem abaixo dos ombros. Saiu bem curtinho. “Adorei. Era isso mesmo que eu queria. Que o que foi cortado sirva para trazer alegria a uma pessoa que sofre com a doença”.  E quando voltar para casa, em Ceilândia, e mãe perguntar onde foram parar os seus cabelos? “Vou responder assim: “Mãe, roubaram meus cabelos. Mas foi por uma boa causa”, brincou.

Amanda de Sousa, 12, também saiu de longe. Veio de Águas Lindas (GO), em companhia da mãe. É a quarta vez que a adolescente doa cabelos para campanhas como essa. “A gente ajuda com o que tem”, disse a mãe, Cristina Pinto de Sousa, 35.  O resultado do corte, que lhe tirou mais de 20cm de mechas, deixou Amanda bem contente. A menina ficou ainda mais bonita. “É sempre bom poder ajudar”, avaliou.

_DSC0303
Até o fim da tarde, mais de 40 cortes foram realizados. A ideia é que, até o fim da campanha na Praça do Relógio, no dia 26 (próxima quarta), dobre esse número.

A instrutora da Escola Coobel, Adelma Dias, de 54 anos, comanda uma equipe de 28 pessoas (entre profissionais e alunos) até o fim da campanha realizada na Praça do Relógio. Ela resumiu a ação: “Para o aluno, é um gesto de amor doar o trabalho para alguém que nunca viu.  Para quem recebe é a certeza de que a autoestima pode ajudar a mulher a recuperar o seu estado geral”. E alertou: “Todos nós estamos na mesma fila. Um dia podemos precisar também”. Talvez isso justifique, de fato, a vida.

Agende-se:
Corte e Compartilhe
Datas: 24, 26 e 31/10 (Estação Central)
Horário: Das 9h às 17h

26/10 (Praça do Relógio)
Horário: 10h30 às 12h30 e 13h às 16h30

Mais informações:
Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF)
Assessoria de Comunicação:
Telefones: (61) 3353-7077 // 9285-7346

 


Confira a galeria de fotos

Campanha Corte e Compartilhe na Estação Praça do Relógio

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>