Metrô adere à campanha contra o abuso e exploração sexual de crianças

Metrô adere à campanha contra o abuso e exploração sexual de crianças
16 mai 2016

Com o “Trem da Proteção”, a empresa planeja ações para lembrar o 18 de Maio. Mobilização nacional pretende sensibilizar a sociedade para prevenir a violência sexual

Texto: Fabíola Góis/Ascom/Metrô-DF
Foto: Divulgação/Secriança

(Brasília, 16/5/2016) – O Metrô-DF participa, nesta quarta-feira (18), do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A empresa lança, às 11h, na Estação Central (Rodoviária do Plano Piloto), o Trem da Proteção, uma iniciativa de mobilização para conscientizar os usuários da importância do combate à violência sexual. Até as 14h, haverá atrações culturais, artísticas e distribuição de panfletos da Central até a estação Praça do Relógio, com retorno para a Central.

A ação “Trem da Proteção” tem a participação dos adolescentes do Comitê Consultivo do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA/DF), numa parceria da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do DF, do Metrô-DF, do CDCA/DF, do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes e do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

“Queremos chamar a atenção da sociedade para enfrentar a violência sexual. O Metrô se preocupa com assuntos que envolvam temas como este. Temos a campanha permanente ‘Assédio Sexual é crime’, para combater os abusos nos trens”, afirmou Marcelo Dourado, presidente do Metrô-DF.

Símbolo
A campanha tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação da causa junto à sociedade.

A motivação para a campanha foi a morte da menina Araceli Cabrera Sanches, sequestrada em 18 de maio de 1973. Mesmo com o aparecimento do corpo, em uma movimentada rua de Vitória (ES), poucos denunciaram o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos. Araceli só foi sepultada três anos depois.

Serviço:
Ação de Mobilização “TREM da PROTEÇÃO”
Data: 18 de Maio de 2016
Horário: 11:00 às 14:00
Local: Plataforma da Estação Central (Rodoviária do Plano Piloto)

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>