Secretaria da Criança lança campanha de proteção para o Carnaval

Secretaria da Criança lança campanha de proteção para o Carnaval
02 fev 2016

Mote é o enfrentamento do abuso e da exploração sexual

(Brasília, 2/2/16) - A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, em parceria com o Metrô-DF, lança, às 14 horas de quinta-feira (4/2), a campanha de proteção a crianças e adolescentes para o Carnaval 2016, na Estação Praça do Relógio, em Taguatinga. Neste ano, o Distrito Federal se une à Campanha Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual de Crianças e Adolescentes no Carnaval, realizada anualmente pela Secretaria de Direitos Humanos do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, que tem como lema os dizeres: “Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie. Proteja nossas crianças e adolescentes da violência”.

“Brincar é direito de toda criança e adolescente. E brincar o Carnaval, uma festa popular tão tradicional no Brasil, faz parte disso. Mas precisamos sempre lembrar de protegê-los de qualquer tipo de exploração”, diz o secretário da Criança, Aurélio Araújo.

O principal objetivo da ação é conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar casos de violação de direitos das crianças e adolescentes nesse período de festas. A campanha visa mobilizar parceiros da rede governamental e não governamental de proteção e da sociedade geral, bem como de lideranças e artistas envolvidos com o Carnaval para adesão e divulgação da campanha, que destaca o Disque 100 e a Coordenação de Denúncias de Violações dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria da Criança como os canais de recebimento de denúncias sobre violações de direitos.

Números – O Disque 100 registrou, em 2015, 2.118 denúncias que envolvem crianças e adolescentes no DF. Cada denuncia registrada pode ter mais de um tipo de violação de direitos. No âmbito nacional, são 153.962 denúncias, sendo que a maior parte diz respeito à negligência (38,04%).

Em relação ao perfil, o levantamento da SDH revela que, em sua maioria, as crianças e adolescentes que sofreram algum tipo de violência são meninas (54) de 4 a 11 anos (40%), negras/pardas (57,5%).

Carteirinha – A Secretaria da Criança também disponibilizou à população a Identidade Infantil par ao Carnaval. A carteira de Identidade Infantil traz o nome e idade da criança, dos responsáveis e telefones de contato para qualquer emergência. A recomendação é para que pais e responsáveis imprimam, preencham os dados, e mantenham a carteirinha com a criança. Ela está disponível para download no site da Secretaria.

Denúncia – Fique atento aos direitos das nossas crianças e adolescentes e, em caso de violações, denuncie. Procure a Coordenação de Denúncias de Violações dos Direitos da Criança e do Adolescente da Secretaria da Criança, pelo telefone 3234-8555 ou Disque 100.2014.

Serviço:
Lançamento da Campanha de Proteção a Crianças e Adolescentes – Carnaval 2016
Quinta-feira, 4, às 14h na Estação Praça do Relógio (Taguatinga)

Mais informações
Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude
Assessoria de Comunicação
Telefones: 61 3213-0700 / 3213-0704 / 9367-0298
Email: ascomcrianca@gmail.com

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>