Desfile e exposição no Metrô comemoram Mês da Consciência Negra

Desfile e exposição no Metrô comemoram Mês da Consciência Negra
18 nov 2015

Estações recebem imagens que valorizam a participação do negro no surgimento da capital

Texto: Fabíola Góis/Ascom/Metrô-DF
Foto: Divulgação/ARPDF

Brasília (18/11/205) - Como parte das comemorações do mês da Consciência Negra, o Metrô-DF recebe dois eventos que prometem movimentar quatro estações até o final de dezembro. Já está montada, na Estação Central, na Rodoviária do Plano Piloto, a exposição Trabalho e Presença Negra na Construção de Brasília (1956-1960). O público poderá conferir as imagens no local até o dia 25/11 (quarta-feira). Em seguida, segue para as estações Ceilândia, Praça do Relógio e Samambaia.

No dia 20/11 (sexta-feira), a partir das 17h, será realizado o Desfile Beleza Negra, organizado pela agência de modelos Mega Model. Estão previstas apresentações de uma companhia teatral e do DJ Junior Festsom. O evento é uma parceria com a Subsecretaria de Igualdade Racial, da Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEDESTMIDH) e com o Arquivo Público do Distrito Federal (ArPDF).

Mostra
A Estação Central é a primeira a receber a exposição, com um painel de imagens que valorizam a participação do negro no surgimento da cidade, produzidas a partir de pesquisas por meios de documentos históricos e registros orais de pioneiros. A concepção visual da exposição é do artista plástico brasiliense Paulo Athaíde Cavalcante. Quem tiver a oportunidade de conferir as imagens poderá descobrir detalhes da presença dos negros, como a participação no dia a dia da construção da cidade, a construção das primeiras cantinas, hospedagens, refeitórios e escritórios da Cidade Livre, atual Núcleo Bandeirante.

Fotografias do acervo do Arquivo Público registraram o cotidiano desses trabalhadores na Cidade Livre, no Aeroporto, nos diversos acampamentos, alojamentos e canteiros de obras da nova capital, contemplando momentos de trabalho e descontração. As mulheres negras também se faziam presentes no trabalho, atuando como lavadeira, escriturária, auxiliar de maquetista, copeira, ajudante de acabamento e até servente, entre 1956 e 1960.
Serviço:
Desfile Beleza Negra
20/11 – a partir das 17h, na Estação Central (Rodoviária do Plano Piloto)

Exposição Trabalho e Presença Negra na Construção de Brasília
Até 25/11 – Estação Central
26/11 a 04/12 – Estação Terminal Ceilândia
07/12 a 16/12 – Estação Praça do Relógio
17/12 a 28/12 – Estação Terminal Samambaia

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>