Ônibus extras vão reforçar o transporte público durante a greve dos metroviários

Ônibus extras vão reforçar o transporte público durante a greve dos metroviários
03 nov 2015

Serão 48 veículos a mais cedidos por três empresas que operam o sistema

Texto: Da Agência Brasília, com informações do DFTrans
Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Para atender a regiões afetadas pela greve dos metroviários, iniciada nesta terça-feira (3), 48 ônibus extras vão circular pela cidade. De acordo com o Transporte Urbano do DF (DFTrans), o sistema especial, que ainda poderá sofrer novos ajustes de acordo com a necessidade, funcionará enquanto a operação do metrô estiver parada.

A medida faz parte do Plano de Ação Emergencial do Sistema de Transporte Público Coletivo, publicado pela Secretaria de Mobilidade em janeiro de 2015, que permite o remanejamento temporário de veículos das operadoras que atuam nas cinco bacias de ônibus de Brasília e, assim, garantir a continuidade do serviço.

Como auxílio aos passageiros de Samambaia, a empresa Urbi cedeu 14 coletivos, sendo dez convencionais e quatro articulados. A São José também acrescentou 14 ônibus (dez convencionais e quatro articulados) nas linhas que passam em Taguatinga e Ceilândia. Os moradores do Guará, de Águas Claras, de Taguatinga e de Ceilândia contarão com 20 veículos extras da empresa Marechal.

Serviço interrompido
Apesar da paralisação, pela manhã, 15 dos 24 trens estavam em operação. Por medida de segurança, porém, os veículos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) pararam de circular desde as 14 horas desta terça-feira.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>